Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

José da Xã

Escrever mesmo que a mão me doa.

José da Xã

Escrever mesmo que a mão me doa.

"O Beijo" de Gustav Klimt

Resposta ao desafio da Fátima

Cumprimentaram-se de forma fria e sentaram-se frente a frente.

Àquela hora da manhã a Praça Navona, em Roma, era um lugar quase vazio. Um dos homens puxou de uma pasta e mostrou o interior repleto de notas de 500 euros ao oponente.

- Tenho um negócio a propor...

- Mas eu não entendo nada de negócios... sou em mero reformado!

- Um estranho reformado que viajou para Itália em jacto privado.

- Mossad, CIA, Interpol?

- Nada disso. - e avançou - represento alguém abastado que requisita os seus especializados serviços.

- Não imagino como o poderei ajudar?

- O meu patrão quer que pinte uma réplica perfeita de um quadro famoso. Sei que o fez com um de Van Gogh e outro de Goya e muitos de menor importância.

O falsificador levantou-se, pegou no chapéu de chuva e preparou-se para partir quando escuta:

- A ideia não é só fazer uma cópia, mas substituir a falsificação pelo original!

A ideia súbita de ter uma quadro pintado por si exposto, mesmo sendo uma cópia, fê-lo pensar. Todavia temia que as autoridades o voltassem a perseguir como acontecera outrora e já não tinha paciência para tais sarilhos. Assim antes de responder foi questionando:

- Como sei que não é da polícia?

- Não sabe! Por isso o melhor será mesmo confiar. Mais... não creio que as autoridades tivessem coragem de andar na rua com tantos milhões numa mala... como eu!

O pintor ficou a olhar o oponente que continuava sentado, tentando perceber onde começava a verdade e acabava a mentira. Preferiu ainda assim abandonar o encontro.

- E se fosse "O Beijo" de Gustav Klimt? - ouviu já longe.

Estacou. Virou-se e aproximando-se do opositor declarou de forma peremptória e de dedo em riste:

- Esse quadro é o único que nunca falsificarei... Nunca! O seu chefe que tire daí o sentido...

- Pode ao menos explicar porquê?

- Porque esse quadro, caríssimo senhor, representa o amor genuíno de um homem e uma mulher e tudo representado num singelo beijo. Por muito que eu tentasse jamais o conseguiria falsificar porque há demasiado sentimento nessa tela!

O interlocutor nada disse, mas quando tentava convencer o pintor, escutou deste:

- Bom dia e passe bem!

 

No desafio Arte e Inspiração, participam Ana DAna de DeusAna Mestrebii yue, Célia, Charneca em Flor,  Cristina AveiroImsilvaJoão-Afonso MachadoJorge OrvélioLuísa De SousaMariaMaria AraújoMiaMartaOlgaPeixe FritoSam ao Luarsetepartidas

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.