Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

José da Xã

Escrever mesmo que a mão me doa.

José da Xã

Escrever mesmo que a mão me doa.

Desafio de escrita dos pássaros #2.3

Mote: manual para iniciar relacionamentos 

Pegou no aerograma amarrotado e conferiu a morada. Batia certo. Agora faltava o número 27. Desceu a rua ladeada por prédios de três pisos e um frondoso jardim onde cameleiras, carvalhos e eucaliptos conviviam em harmonia.

Achado o número procurou o andar seguindo as ideias do colega de armas, o Niza. Tocou no botão que dizia rés-do-chão e aguardou. O seu coração batia de excitação… Ninguém atendeu.

Insistiu. Nada.

Recuou dois passos e olhando para as janelas percebeu que as mais baixas pareciam fechadas.

- Ainda é cedo – calculou.

Sentou-se no degrau da escada e aguardou nem sabia bem o quê ou quem. Ao fim de um bom bocado apareceu uma idosa que ao aproximar-se da porta o cumprimentou:

- Bom dia!

- Bom dia minha senhora.

- Espera alguém?

O soldado desdobrou o aerograma e leu devagar:

- Cecília de Jesus…

- Não diga mais nada… sei muito bem quem é! Morava aqui em baixo no rés-do-chão, mas fugiu haverá aí seis meses com um miúdo que tinha idade para ser filho dela… Uma desavergonhada…

- Mas não está cá?

- Não! O senhor é familiar dela?

- Eu sou soldado… A dona era minha madrinha de guerra. Uma vez escreveu-me dizendo que quando chegasse à Metrópole viesse ter com ela que me arranjaria trabalho. E aqui estou…

- Ui mais um…

- Como?

- A Cecília teve por mau hábito arranjar muitos afilhados. Depois, tal como o senhor, vinham aqui ter com ela, ficavam dois ou três dias, ao fim dos quais ela aventava-os daqui para fora.

- Não percebi… - confessou genuinamente.

- Essa senhora tinha um manual para iniciar relacionamentos muito peculiar onde palavras como fidelidade e amor não existiam.

Sem perceber o que a idosa dissera, devolveu:

- Não sabe quando virá?

- Não imagino!

O veterano amarrotou o aerograma, enfiando-o no bolso e despediu-se da velhota:

- Muito obrigado, minha senhora.

Porém:

- Então o que irá fazer agora?

- Oh… vou até ao quartel até ser desmobilizado. Depois vou procurar trabalho.

- O que sabe fazer?

- Eu? – lembrou-se da Fajã largada havia anos no meio do mar azul - cavar umas batatas, apanhar uns inhames ou guardar umas cabecitas de gado.

- Lá na tropa não lhe ensinaram nada?

- Ensinaram... – um silêncio triste e negro abraçou o veterano.

Concluiu:

- Ensinaram-me a dar tiros… muitos tiros. E a matar!

4 comentários

  • Imagem de perfil

    José da Xã 14.02.2020

    Voces sobem tanto a fasquia que um destes dias ainda me convenço que escrevo bem...
    Bom fim de semana.
  • Sem imagem de perfil

    Bla bla bla 20.02.2020

    Escreves mesmo!
  • Imagem de perfil

    José da Xã 20.02.2020

    Ai obrigado.
    Mas como deves calcular fico sempre assim um niquinho pequenino com os vossos comentários.
    Todos vós sois tao simpáticos que fico sempre com aquela duvida a bailar no coração: serei assim tão competente?
    Um beijo grande.
    A Isabel é que me pede desculpa sempre que me elogia...Ahahahahahah.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D