Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

José da Xã

Escrever mesmo que a mão me doa.



Sexta-feira, 18.04.14

Brilho!

 

Nos meus silêncios, quem me ouve?

Nos meus dias escuros, quem me vê?

Nos meus caminhos, quem me guia?

Nos meus trambolhões, quem me ampara?

Na Cruz que carrego, quem me ajuda?

Na aceitação, quem me anima?

 

Quem me ilumina quando escureço?

Quem me estende a esperança quando recuo?

 

És a minha luz e o meu caminho,

O meu cajado e as minhas sandálias.

Só tu senhor Deus sabes de mim.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por José da Xã às 14:05


2 comentários

De meninaquenaosabenada a 28.06.2014 às 07:05

Verdade José,só deus é que comanda a nossa vida,só deus adivinha o nosso futuro!! Beijinhos,o poema ficou muito lindo,fica com deus!!

De José da Xã a 28.06.2014 às 23:02

Deus não adivinha o nosso caminho. Ele é o caminho!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2014

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogues Importantes